Muticom da Diocese de Petrópolis discute Comunicação e Liturgia

A Pastoral da Comunicação da Diocese de Petrópolis realizou, no dia 25 de setembro, o 6º Mutirão de Comunicação, que teve como tema “Comunicação e Liturgia”. O coordenador da Pascom, Padre Alexandre Brandão abriu os trabalhos do Muticom Diocesano, no Colégio Padre Correa, Decanato Nossa Senhora do Amor Divino, lembrando a importância deste encontro e destacando o crescimento do Muticom, frisando que a cada edição tem uma característica própria, que vem refletindo no crescimento da Pascom na Diocese.

O Muticom deste ano contou com a presença de cerca de 100 pessoas, com um grupo do Rio e de São Pedro da Aldeia. A oração inicial, preparada pela equipe da Pascom do Decanato Nossa Senhora do Amor Divino, levou os participantes ao encontro com a Virgem Maria. Durante a oração, os participantes tiveram a oportunidade de refletir sobre mensagens de Nossa Senhora em suas aparições e o mistério dela ter sido escolhida como mãe de Jesus Cristo.

O tema do Muticom “Comunicação e Liturgia”, mantendo uma sintonia com o Encontro Nacional da Pascom, realizado em julho, no Santuário Nacional de Aparecida, como explicou Padre Brandão, foi apresentado pelo Diácono Marcos Carvalho (Marquinho), da Catedral São Pedro de Alcântara. Partindo da afirmação “a liturgia como comunicação do amor de Deus”, Marquinho levou os participantes a compreender o mistério daquilo que se está celebrando, o rito litúrgico e como os agentes da Pascom devem se apresentar e se posicionar para fazer seu trabalho, contribuindo na comunicação do que se está celebrando.

26 09 2016 MUTICOM DIOCESANO PASCOM
Clique na imagem e veja o álbum de fotos

Durante a apresentação, o Diácono Marquinho frisou por diversas vezes, que o agente da Pascom não pode quebrar a comunicação entre o que se está celebrando e quem participa da celebração. Segundo ele, para que isto não ocorra, uma das primeiras coisas do agente é conhecer o ambiente da celebração, o rito a ser realizado e os locais onde pode ficar para fotografar e filmar sem chamar atenção para si de quem participa. (Texto da apresentação do Diácono)

“Uma das maiores preocupações da Pascom deve ser em não interromper a comunicação de Deus, que se realizada na celebração. E como deve ser a ação da Pascom na celebração, não tirar a atenção dos fiéis. Pois, quando eu quebro uma comunicação, precisaria voltar pelo menos três passos para que a pessoa retome a caminhada”, comentou o diácono, lembrando também que, muitas vezes o agente da Pascom está preocupado em fazer a cobertura de todos os momentos e com isso não celebra o mistério.

O Bispo de Petrópolis, Dom Gregório Paixão, OSB, também esteve presente ao Muticom e incentivou os agentes da Pascom a continuarem o trabalho de comunicar a presença de Jesus Cristo. Ao responder à pergunta de como via o trabalho da Pascom, Dom Gregório disse que, na sua opinião é muito bom e percebeu um grande crescimento na Diocese, mas frisou que “ainda temos muito para ser feito e por isso, devem continuar seu trabalho, comunicando Jesus Cristo a todos”.

Dom Gregório Paixão também incentivou os participantes a usarem todos os instrumentos para promover o anúncio do evangelho, frisando que os meios de comunicação devem favorecer a formação e informação. Ele sugeriu que a Pascom paroquial crie web-rádio e web-tv onde possam transmitir a missa, mensagens e notícias das paróquias. Ele lembrou que uma das diretrizes da Diocese é que todas as paróquias tenham um site e equipe da Pascom.

Como acontece desde o primeiro Muticom, á tarde, os participantes foram divididos em dois grupos e participaram de duas oficinas. A primeira foi uma explicação detalhada sobre a Missa, desde a preparação do sacerdote na sacristia até o rito final da celebração, que teve orientador o Padre Alexandre Brandão.

Em sua apresentação, Padre Brandão mostrou os objetos sacros e litúrgicos utilizados durante a celebração, frisando a importância dos agentes da Pascom estarem atentos ao que se está celebrando e lembrando que, na sacristia não é o local adequado para entrevistar o sacerdote. Padre Brandão insistiu também no posicionamento dos agentes da Pascom durante as celebrações para que não atrapalhe a participação dos fiéis.

A segunda oficina, teve como tema “como melhorar a identidade visual do material da Pascom”, tendo como orientador Rodrigo Sabbadin. Durante sua apresentação, ele deu dicas como preparar o material para fazer uma boa diagramação, incluindo texto e a qualidade da imagem, dos custo de produção de um jornal, levando em conta a qualidade e tipo de papel a ser utilizado.

O Muticom terminou com a missa, celebrada pelo Padre Brandão e ao final um agradecimento a equipe da Pascom do Decanato Nossa Senhora do Amor Divino, que organizou o encontro. Padre Brandão agradeceu as irmãs, responsáveis pelo Colégio Padre Correa, que cedeu o colégio para realização do Muticom e foi anunciado que o 7º Muticom será no Decanato São Pio X, em Teresópolis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *