São Judas é um exemplo para enfrentar os atuais ataques à família, diz Dom Gregório

Clique na imagem e veja o álbum de fotos

A Paróquia da Mosela, em Petrópolis, recebeu milhares de devotos de São Judas Tadeu no sábado, 28 de outubro, durante a festa de seu padroeiro. O Bispo Diocesano, Dom Gregório Paixão, presidiu a Missa Solene, quando falou sobre a importância da família e incentivou a seguir o exemplo do santo para enfrentar aqueles que atualmente tentam destruí-la.

“São Judas Tadeu tem uma proposta para nós e escreveu em sua carta. São Judas Tadeu é um exemplo para nós e nos deu esse exemplo através da sua vida”, afirmou o Bispo em sua homilia, na Missa das 20h, que foi celebrada logo após a procissão solene pelas ruas do bairro.

Dom Gregório ressaltou como “é interessante a importância que Deus dá à família”, pois “faz tudo a partir da família”, desde o começo com Adão e Eva até quando “resolve entrar na humanidade, na pessoa de Jesus Cristo”, o que faz “através de uma família constituída por Maria, o pai adotivo de Jesus, José, pelo próprio filho que é Jesus”.

“Ali está o alicerce de toda a sociedade. E Deus já tinha pensado tudo através desse alicerce”, afirmou, indicando ainda que mesmo entre os apóstolos escolhidos por Jesus estava presente a família, como no caso de Judas Tadeu, primo de Cristo.

Além disso, recordou que Jesus começou sua vida pública nas Bodas de Caná, “também através de uma família”, e que “certamente, aquelas Bodas de Caná foi o casamento de Judas Tadeu”, conforme indicam livros dos primeiros séculos.

“Se o noivo das Bodas de Caná era Judas Tadeu, nós não sabemos. O que nós sabemos, na verdade, é que Jesus o tempo todo trabalha com a família, o tempo todo escolhe pessoas que fazem parte às vezes da mesma família e faz questão de que sua amizade seja vivida nas famílias”.

Entretanto, disse, “se por um lado o Evangelho insiste na questão da família”, “o mundo que nos cerca parece que deseja destruir a família”. E esses ataques contra a família, como pontuou, são observados, por exemplo, naqueles que defendem o aborto, a eutanásia, vão contra os valores cristãos, “desejam matar o coração da humanidade”.

Frente a isso tudo, Dom Gregório indicou que São Judas Tadeu “pede que sigamos a verdade, que olhemos novamente para Jesus Cristo, que nós tenhamos a coragem de falar”.

“O próprio Jesus disse: ‘temam não aqueles que destroem o corpo, mas aqueles que podem destruir a alma’”, relembrou o Bispo.

Assim, afirmou que Judas Tadeu “nos aponta a verdade e a verdade é Jesus Cristo”. “A verdade nos faz proclamar com o nosso testemunho, com a nossa vida, que vale a pena uma vida cristã, que vale a pena viver em família, fazer parte da grande família dos filhos de Deus”, completou.

A festa de São Judas Tadeu na Paróquia da Mosela teve início no dia 18 de outubro, com a Novena do Padroeiro, que neste ano abordou os Sacramentos, bem como o preceito dominical e a vida de oração. No dia do padroeiro, 28 de outubro, foram celebradas sete Missas, todas contando com grande participação de devotos de São Judas Tadeu, além da procissão solene e da festa externa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest